• 20 de August de 2017
  • LANGUAGE:
    • English
    • Español
    • France
    • Chinese
ONDE IR? COMO IR? O QUE FAZER? COMECE A VIAJAR AQUI...

HONG KONG

image image

E quase Londres na China. Por mais de um século, Hong Kong foi colônia. Na maior parte do tempo dominada pelos britânicos e, durante alguns anos, pelo Japão. Livre da coroa britânica, voltou a pertencer à China em 1997. Tive o privilégio de visitar Hong Kong por duas vezes. Sou fã! Quem chega pela primeira vez a Hong Kong tem uma estranha sensação de ocidente, mesmo com tantos olhinhos puxados pelas ruas. Brasileiros não precisam de visto para entrar em Hong Kong. A exemplo de Macau, é uma região administrativa especial, onde turistas e moradores do resto da China também precisam apresentar passaporte. É mais ou menos um país economicamente autônomo dentro da própria China porém, subordinado à capital política Pequim (Beijing).
Prédios moderníssimos, grandes transatlânticos, marcas globais. Tudo iluminado. Tudo compõe o skyline da icônica Baía Vitória (Victoria Harbour). O constante vai e vem de barcos revela que trata-se de um dos portos mais movimentados do mundo desde sempre e, em sua orla quase interminável, tudo se mistura.

Por trás dos grossos vidros de prédios hi-tech, onde jovens executivos jogam com a bolsa de valores mundial, escondem-se becos, vielas e alguns remanescentes dos antigos pescadores que habitavam o local. Em Hong Kong eu provei uma das mais vibrantes culinárias que tive o prazer de saborear até hoje. Cosmopolita, bairrista, moderna e tradicional, Hong Kong foi a joia da coroa britânica e hoje é a joia do “partidão” o chinês.
Que o digam Jack Chan e Bruce Lee, dois dos mais conhecidos produtos exportados por Hong Kong. Não é a toa que eles adoram cinema. Desta vez, fiquei na ilha de Hong Kong e sugiro que você faça o mesmo. Apesar de ser muito fácil circular de Hong Kong para Kowloon e os chamados “novos territórios”, o bom mesmo é ficar perto das melhores e principais atrações. Victoria Harbour, com seus primorosos piers, a moderna e transada região de Wan Chai e o Pico Victória são apenas alguns deles...
Aproveite a gastronomia singular, a arquitetura única, o ritmo de praia... Uma mistura de oriente e ocidente modernos. No final do dia, veja o sol se por em Victoria Harbour e depois ande calmamente pelas ruas multicoloridas com segurança total. O único perigo poderá vir de um motorista pois, não se esqueça de que eles foram colonizados por britânicos, portanto, a mão de direção é invertida. Logo, cuidado na hora de atravessar as ruas. Olhe bem para os dois lados. De resto não tenha medo de se perder. Afinal, ao contrário do restante da China, em Hong Kong é a única cidade do gigante asiático onde muita gente fala inglês, of course Sir!


O Jornalista Paulo Panayotis viaja sempre com seguro.
Na China, em Hong Kong, viajou com a segurança da Travel Ace.
"É como sempre eu digo, seguro é o tipo de coisa que você tem que ter para não usar!!!


 

GALERIA DE IMAGENS CLIQUE PARA AMPLIAR AS IMAGENS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
O QUE É IMPERDÍVEL
image
image
image
image
image
image
O QUE COMER E BEBER
image
image
image
image
image
image
image
ONDE FICAR
image
image
O QUE COMPRAR
image
image
NOTÍCIAS