• 16 de August de 2018
  • LANGUAGE:
    • English
    • Español
    • France
    • Chinese
ONDE IR? COMO IR? O QUE FAZER? COMECE A VIAJAR AQUI...

O QUE É NOTÍCIA

Comer, rezar, viajar! Um pequeno roteiro de dois dias em Lyon (Parte 4)

Comer, rezar, viajar! Um pequeno roteiro de dois dias em Lyon (Parte 4)

Por: Paulo Panayotis | São Paulo - Brasil Categoria: Geral

Lyon - França. Estou triste! Neste número encerro a série de quatro reportagens especiais sobre Lyon, cidade linda, cheia de restaurantes estrelados, bouchons maravilhosos, feiras livres, mas com uma característica adorável: mantém aquele ar gostoso de cidade pequena... Então, #vambora para Lyon? O quê? Você perdeu os artigos anteriores? Sem problemas, escreve para ppanayotis@oquevipelomundo.com.br  que eu mando.

Bom, Lyon, que fica a apenas uma hora e meia de Paris, via trem de alta velocidade, é a segunda maior metrópole francesa e, apesar de toda a fama gourmet, reserva muitas surpresas em outras áreas. História, cultura e diversão são exemplos do que se pode e deve ser feito quando fizer seu roteiro por lá!

Onde dormir?
Para quem tem folga no orçamento, minha dica é o hotel Cour des Loges, um cinco estrelas bacanudo em uma região privilegiada. Muito rococó e conforto. Ele faz parte da conhecida Maisons & Hôtels Sibuet. Très chic! Móveis, serviço e detalhes que revelam o comprometimento que esta rede tem com seus hóspedes. Entrevistei Mme J. Sibuet na ilha de Saint Barth, no Caribe quando ela inaugurava a primeira unidade fora da França, o belíssimo Villa Marie. Acabei, depois disto, visitando e me hospedando em vários de seus hotéis espalhados pela França. Pude comprovar o envolvimento desta matriarca do “clã Sibuet” em cada empreendimento. Ela escolhe, pessoalmente, os detalhes da decoração, dos móveis, enfim, dá “pitaco” em tudo. O resultado é que cada propriedade tem sua personalidade individual e a rede tem um alto padrão de excelência na arte de hospedar.

Para quem quer ficar com estilo e budget minha sugestão é o hotel Fourvière, um quatro estrelas instalado dentro de um antigo convento. Totalmente restaurado em 2017 mistura, como poucos, arquitetura histórica e arte contemporânea. Começa pelas grossas paredes de pedra que constituem cada quarto, cada sala, cada pedacinho deste lugar único. Um clima de paz, de tranquilidade toma conta de tudo. As portas de entrada de cada quarto trazem a foto de um grande pensador, filósofo, escritor além de outras personalidades francesas. O meu tinha a foto de Jacques Martin, animador e apresentador que fez fama e fortuna na televisão e rádio franceses. Tudo novinho em folha, atendimento amigável e preços muito em conta!  

Finalmente o que comprar?

Para trazer? Sugiro seda. Sim, artigos de seda pura. Lenços, gravatas, etc. Por que? Porque Lyon acabava por absorver boa parte da seda que chegava da China pela rota da Seda. Até hoje os principais ateliers que trabalham com seda para grandes clientes, como designers, hotéis palácio, etc, estão em Lyon. Visitei o atelier de tissage Soierie Saint Georges, , que tem até hoje teares manuais originais funcionando! Muitos deles tem mais de 200 anos e continuam produzindo peças únicas exatamente da mesma forma que há dois séculos. Um passeio e tanto. Inclui história, arte e tecnologia da época! Não perca. Os principais ateliers ficam na rue Mourguet no centro de Lyon.

Termine seu passeio de 48 horas na cidade conhecendo o mercado para lá de chique Les Halles de Lyon Paul Bocuse.

Nas mesmas barracas que abastecem os grandes chefs, compre o que bem entender e faça um belo piquenique ali mesmo, do lado de fora ou então onde você bem entender. T

Très, três chic n’ est pas?

Se quiser receber todos os quatro artigos escreve para mim: ppanayotis@oquevipelomundo.com.br e bon voyage!
E nunca se esqueça: não gaste dinheiro com bobagem! Gaste com viagem!
Até já! Ou, como dizem os franceses, à bientôt!

O jornalista esteve na cidade a convite do Escritório de Turismo de Lyon.
Crédito das fotos Paulo Panayotis/Adriana
Reis

GALERIA DE IMAGENS

CLIQUE PARA AMPLIAR AS IMAGENS