• 21 de September de 2017
  • LANGUAGE:
    • English
    • Español
    • France
    • Chinese
ONDE IR? COMO IR? O QUE FAZER? COMECE A VIAJAR AQUI...

O QUE É NOTÍCIA

No Bósforo ou em Sultanahmet, Istambul tem Quatro Estações!

No Bósforo ou em Sultanahmet, Istambul tem Quatro Estações!

Por: Paulo Panayotis | São Paulo - Brasil Categoria: Hotel

Fotos : Paulo Panayotis / Adriana Reis - crédito obrigatório

Habitada há pelo menos 5 mil anos, Istambul foi a capital de dois dos mais poderosos Impérios que o mundo conheceu: o Otomano e o Bizantino. A mistura de raças e culturas transformou esta enigmática cidade em uma das mais interessantes capitais mundiais. Estive várias vezes em Istambul, também conhecida como Constantinopla e, sinceramente, volto outras tantas. Por que? Vamos lá: comida saborosa, generosa, abundante. Atrações multiculturais, consistentes, persistentes. Gente bonita, exótica, atraente. Preços confortáveis e, dependendo de seu orçamento, convidativos. Gosta de museus? Santa Sophia, Dolmabahce e Topkapi são apenas alguns... Gosta de balada? Rola a noite inteira. Gosta de conforto? Dezenas de hotéis de todas as estrelas. Acabei de voltar de mais uma viagem mágica à Istambul. Foi minha nona visita! Desta vez fiquei pouco tempo. Apenas dois dias. Tempo suficiente para conhecer dois hotéis que, atualmente, são ícones mundiais.

Fiquei hospedado no estonteante Four Seasons at the Bosphorus e fui almoçar no majestoso Four Seasons at Sultanahmet.
Four Seasons at Sultanahmet

A atmosfera, totalmente Otomana! A história, pulsando por toda a parte. Encravado no centro cultural de Istambul, o bairro de Sultanahmet, este cinco estrelas único fica apenas a poucos passos das principais atrações da cidade. Santa Sophia e a Mesquita Azul compõem a paisagem vista de seus quartos. Restaurado, foi o primeiro hotel da rede Four Seasons em Istambul e chegou causando. Os arquitetos que supervisionaram a restauração trabalharam em um prédio que nasceu como prisão política na época dos sultões otomanos. Nele foram encarcerados escritores, dissidentes políticos e artistas. Quando a prisão foi abandonada na década de 1960, renasceu nos anos 1990 como um dos mais bem localizados hotéis do mundo.

O almoço, à sombra de árvores frutíferas, trouxe um pouco da vida e da cultura locais.

Mezzes estilizados, espécie de aperitivos típicos, abriram os trabalhos acompanhados de um bom espumante turco. Depois, uma seleção de pratos típicos fez a festa: cordeiro com legumes em crosta de mil folhas, camarões graúdos com tomate e ervas frescas e peixe do bósforo com espinafre fresco se seguiram.

Lombo de cordeiro com risoto e uma releitura de doces típicos turcos encerraram magistralmente o almoço. Atraídos pelo pomar, passarinhos aterrissavam na mesa e compartilhavam tudo comigo. Almoço e companhia inesquecíveis!
Four Seasons at the Bosphorus
Em 2006 foi a vez de outro dos hotéis do grupo causar mais ainda.

Desta vez, em um excepcional Palácio do século 19 na beira do Bósforo, o estreito que liga o mar de Mármara ao mar Negro. Imediatamente se transformou no ponto mais badalado do lado europeu de Istambul. Praticamente encostado em outro ícone turco, o Palácio de Dolmabahce, este opulento palácio moderno foi meticulosamente restaurado em detalhes.

Quartos e suítes com o pé direito mais alto que já vi em todos os hotéis que estive até hoje.

Obras de arte autênticas dividem lugar com flores multicoloridas naturais.

Minha suíte, de frente para o Bósforo, me dava uma visão única. Iates e pequenos veleiros chegando e partindo o tempo todo.

Jardins desenhados a mão resgatam o período turco otomano dos grandes sultões. Serviço impecável. Mobiliário impecável. Atendimento impecável. Destaque para os restaurantes do hotel que, durante a noite, se transformam, atraindo turistas e moradores de toda a Turquia.

Ao longe, a ponte que cruza o estreito do Bósforo parece uma ilusão de óptica.

O prédio inteiro do hotel pulsa iluminado com cores que se alternam em tons de azul e vermelho.

Pela manhã, são as cores do Bósforo e do céu que tomam conta do visual.

Café da manhã é o momento de cravar na retina aquela paisagem

Memoráveis os três dias – e duas noites – que passei mais uma vez em Istambul.

Como se tudo isso não bastasse, ainda é a única capital em todo o mundo que está parte na Europa e parte na Ásia. O estreito do Bósforo divide esta cidade cosmopolita porém tradicional ao mesmo tempo...Ponto de passagem obrigatório das rotas comerciais entre oriente e ocidente, não é a toa que Istambul esteve sucessivamente sob o domínio de Romanos, Cristãos e Muçulmanos.

Mais informações? É só clicar aqui

Tem muitas dicas e vídeos para quando for. Você só corre um risco após este passeio virtual: querer embarcar no primeiro avião para Constantinopla, digo, Istambul!

Jornalista Paulo Panayotis ficou hospedado na rede Four Seasons  a convite do hotel representado no Brasil pela EBK Public Relations e  com seguro viagem Travel Ace.

 

GALERIA DE IMAGENS

CLIQUE PARA AMPLIAR AS IMAGENS