• 24 de September de 2018
  • LANGUAGE:
    • English
    • Español
    • France
    • Chinese
ONDE IR? COMO IR? O QUE FAZER? COMECE A VIAJAR AQUI...

O QUE É NOTÍCIA

O topo da Europa: Londres com olhos de pássaro!

O topo da Europa: Londres com olhos de pássaro!

Por: Paulo Panayotis | São Paulo - Brasil Categoria: Colunista

O topo da Europa: Londres com olhos de pássaro!

Tem jardins lindos, passeios incríveis e muitas atrações a pé, mas nesta primavera fui ver Londres com olhos de pássaro. Esqueça sua acrofobia* e confira as dicas! (* acrofobia = medo de altura)


Metro London Bridge é a estação mais próxima para o The Shard

The Shard
Se você comprar um ingresso e por causa do mau tempo não conseguir avistar ao menos dois dos marcos de Londres, pode voltar qualquer outro dia sem pagar um tostão!”. Esta é uma das propagandas do prédio mais alto da Europa Ocidental! O The Shard, em Londres( caco ou estilhaço, em livre tradução) é uma aventura! Mais: é uma verdadeira emoção. Ao menos para mim.


The Shard, o prédio mais alto da Europa Ocidental

Morei na capital inglesa por duas vezes. Quando deixei Londres pela última vez, o prédio estava em construção.


Antes de subir, muita informação sobre  que você vai ver

Aberto ao público em 2013, em dias claros a visibilidade pode passar de 60 quilômetros! Em meio a crise europeia, em 2008, o projeto quase ruiu! Mas ressuscitou um ano depois. Um consórcio de petro-grupos do Catar garantiu um generoso aporte financeiro e as obras finalmente começaram.


Vista panorâmica do topo do prédio mais alto da Europa Ocidental

Cravado em pleno coração inglês, este estilhaço é motivo de orgulho e polêmica para os londoners. Aliás, como tudo em Londres, há gente que ama o projeto e gente que odeia. Eu, particularmente, fiquei encantado. Independentemente do aspecto estético, gostei de fato de toda a experiência! O complexo abriga um hotel cinco estrelas, escritórios, residências e restaurantes.


Todos os principais marcos de Londres podem ser vistos em dias de sol

Obviamente, tornou-se um ponto turístico dos mais procurados nos últimos anos. São 310 metros de altura, 11 mil placas de vidro e uma vista de tirar o fôlego.


The Shard, "o estilhaço" visto de longe

De lá de cima, quando não está nublado, é possível avistar praticamente todos os marcos da capital inglesa. Tower Bridge, London Eye, O Estádio Olímpico, e claro, o bom e velho rio Tâmisa podem ser vistos de um ponto de vista único!


London Bridge e o Rio Tâmisa vistos a partir do The Shard: vista privilegiada com sol!

E lembre-se: não conseguiu ver o que queria lá de cima? Volte outro dia sem pagar nada... O preço da aventura? 24,95 libras. Não é barato mas garanto: vale cada libra!


London Eye, uma experiência única e imperdível!

The London Eye
O olho de Londres, o olho que tudo vê! Este era o slogam usado pela London Eye quando foi inaugurada em 2000! Na época era conhecida como Millennium Wheel(roda do milênio)porque foi construída justamente para homenagear a passagem do milênio. O curioso é que a terceira maior roda gigante do mundo nasceu com tempo de vida programado em cinco anos. Rapidamente, no entanto, a London Eye caiu no gosto tanto de turistas quanto de ingleses. Acabou virando um xodó e uma referencia de Londres.


Entrada prioritária: mais cara porém sem filas! Rcomendo!!

A exemplo da Torre Eiffel, que também seria desmontada após alguns anos, ficou! Curiosamente morei Londres por quase 6 anos e nunca tive intimidade com a roda gigante.


A caminho do alto sem filas

Acabei subindo agora! “Por que não fiz isto antes”, pensei.


Expectativa boa antes de subir.

Com 135 metros de altura, cada uma de suas 32 cápsulas comporta até 25 pessoas. Cada “voltinha” leva meia hora. E a Roda roda tão lentamente que a impressão é de que está praticamente parada. Isto dá a chance de grandes clics! Maquinas fotográficas, celulares, filmadoras, tablets entre outros, fazem a festa! A vista é espetacular. Em 360 graus, vê-se com clareza grande parte da cidade. Em especial, gostei do angulo  do Palácio de Westminster... aquele onde esta, além do Parlamento Inglês, o grandioso Big Ben, talvez o relógio mais famoso do mundo!


No ponto mais alto da London Eye com o parlamento e o relógio mais famoso do mundo ao fundo

Dica: suba no final da tarde, quando estiver escurecendo. O espetáculo, inesquecível, torna-se mágico conforme as luzes da London Eye( e de toda Londres) começam a se acender!


Após a experiência fica uma sensação inesquecível, única!

Detalhe: programe-se pois trata-se de uma das mais concorridas atrações turísticas da cidade. Ingesso? Começam em 25 libras por adulto( 31,50 no fast track, onde você não pega fila) até algumas milhares de libras caso queira reservar uma das capsulas para se casar! Sim, se casar! E com direito a champagne nas alturas! `Poshe`** demais não? (** gente de alta sociedade em gíria britânica).

The Sky Garden
Parece que a moda de ver Londres de cima pegou. Por isso, fui conhecer o The Sky Garden, que fica em um dos prédios mais“modernosos e bacanudos”da capital inglesa!


O prédio onde fica o Sky Garden visto a partir do the Shard

Composto de um jardim verdadeiro nas alturas, dois restaurantes e um bar, o conjunto parece flutuar acima de Londres. Com uma imensa parede de vidro – que dá de cara com o The Shard – a vista lá de cima mais uma vez é“acachapante”.


Recepção do complexo Fenchurch: hotel, escritorios e restaurantes nas alturas

O bar, chamado de Sky Pod, é descolado e vive cheio de gente jovem. Detalhe: não tem aquecimento. A ideia é esta mesmo. Reproduzir a sensação de estar em um jardim.


Subindo!

Drinks coloridos e cheios de gelo seco saltam a toda hora das mãos de barmans atrás dos balcões de aço escovado. Se gosta de badalação, aqui é o seu lugar!


Sky pod, bar com estilo e charme nas alturas

A Brasserie Darwin fica no andar 36. Com aquecimento e preços razoáveis para Londres é uma opção mais econômica mas, nem por isso, menos bacana!


São três restaurantes e uma vista de tirar o fôlego!

Um andar acima, no 37, fica o sofisticado restaurante Fenchurch. Serviço, produtos e preços de primeira! Valem a pena! Eu jantei lá a convite do Visit Britain e gostei muito! Com champagne de aperitivo e uma sequência memorável de pratos a base de frutos do mar, como não haveria de ser?


O imenso jardim com vista para toda a cidade...olhos de pássaro!

Especialmente porque, sempre que me distraia, meus olhos vagavam perdidos pelo horizonte da capital inglesa… tudo parecia flutuar no trigésimo sétimo andar… e posso garantir que não era por causa das bolhinhas de champagne… ou era ???


O bar Sky pod visto a partir da entrada do restaurante Fenchurch: vista única, absoluta e inesquecível... especialmente com champagne!

Dica: é possível visitar o Sky Garden gratuitamente. Basta entrar no site deles e reservar online. Imperdível!!!Evite filas e facilite sua viagem.


Bar interno do restaurante Fenchurch, o mais sofisticado do complexo

Reserve e compre seus ingressos na loja on line oficial do Visit Britain. Acesse: www.visitbritain.com/br/pt-br/loja-online


Pratos requintados a base de frutos do mar: apvorados! Voltarei até porque sempre volto para Londres!

O jornalista visitou os prédios a convite do Visit Britain (www.visitbritain.com/br/pt-br), órgão oficial de turismo do Reino  Unido.