• 24 de June de 2019
  • LANGUAGE:
    • English
    • Español
    • France
    • Chinese
ONDE IR? COMO IR? O QUE FAZER? COMECE A VIAJAR AQUI...

O QUE É NOTÍCIA

É #Shoreditch, é #Hipster, é #Londres (Vídeo)

É #Shoreditch, é #Hipster, é #Londres (Vídeo)

Por: Paulo Panayotis | São Paulo - Brasil Categoria: Geral

Londres - Inglaterra. Minha relação com Londres é antiga. E a cada vez que volto me surpreendo. Não é à toa que é um destino que nunca sai da World Top List. Nesta última viagem fui descobrir os segredos de umas regiões mais interessantes, autênticas e fervilhantes da sempre up to date Londres: o bairro de #Shoreditch no East London. Se por um lado a cidade mantém a força da tradição, por outro ela não perde a ousadia de ser sempre inovar. Londres é #cool. Londres é #chique. Londres é #descolada. Londres é #afternoontea. Londres é #tecnologia. Londres é #natureza. E agora Londres é #Shoreditch.

Locais e turistas se misturam nos brechós de Shoreditch

Confesso que, há alguns anos, tinha passado rapidamente por esta área no leste da cidade, mas nada tinha me chamado a atenção. Hoje é muito diferente. É numa chuvosa manhã de fim de outono que me encontro com Adrian, o guia que, promete, me fazer descobrir os segredos deste bairro que tem atraído londoners e cada vez mais turistas descolados. Discreto, este designer apaixonado por Londres lamenta que está chovendo. Rabiscada em duas folhas de papel, ele me mostra sua ideia de roteiro. Importante lembrar que Londres era dividida em duas grandes áreas: Royal London e a City of London. Era na City of London, onde estou, que havia bares, teatros e muita arte. Quando houve a separação entre católicos e protestantes, no século XVI, os puritanos baniram os jogos, as prostitutas e os bares. Até hoje o Barbican é o único teatro que permaneceu nesta região londrina. Mas a arte sempre esteve na essência do lugar. E agora no século XXI #Shoreditch volta com força à suas origens: a arte de rua!

Horta comunitária: comida e arte!

Há uma multiculturalidade no ar misturada com cultura local, gastronomia mundial, street art e liberdade. Talvez liberdade represente bem a sensação do lugar. “Street art you do not need to get a ticket. It´s free”, (Você não precisa pagar para ver arte de rua. É de graça.), afirma Adrian, um apaixonado pela efemeridade dessa expressão artística. “É a história sendo escrita agora mesmo. Adoro isso”, afirma. O bairro de Shoreditch é servido por duas linhas de underground (metrô): Old Street (linha Northern) e Liverpool Street (linhas Circle, Metropolitan, Hammersmith & City). E tem a opção de overground (metrô de superfície): Hoxton e Shoreditch High St.

Arte vibrante e autentica por todo lado

Reserve um dia inteiro para se perder ou se achar em Shoreditch. Não é uma área grande, mas garanto que você vai querer parar nas galerias de arte, nos brechós, nos restaurantes, nas lojas únicas ou apenas seguir os passos de Jack o Estripador. Sim, este famoso serial killer, ou assassino em série, viveu por aqui de 1888 e 1919. Dica: comece tomando um chá no Café Cereal Killer, no número 139, na Brick Lane. O nome do café faz uma simpática brincadeira com inocentes sucrilhos. Cereal killer entendeu? Gosta de compras?

A meca da roupa vintage em Londres

O BoxPark é um lugar inusitado para gastar suas libras esterlinas. São várias lojinhas que funcionam dentro de containers e também vendem on line. Depois, perca-se nas ruas Great Eastern Street, Curtain Street, Columbia Road, Hoxton Square, Bethnal Green Road, Brick Lane, Shoreditch High Street, Redchurch Street, Lamb Street. Por que? Porque são chapadas de art street! E da boa!  

 

São centenas e centenas de grafitis por todo lado. Nos mais diferentes lugares, muros, paredes! Tudo transformado em arte com traços, cores e marcas fortes e profundas. Há desde obras de grandes nomes da street art como o misterioso Banksy, passando por Shepard Fairey e Ben Eine. É um verdadeiro museu popular a céu aberto. Ficou faminto? Termine a caminhada no Mercado Spitafields e “mande bala” em deliciosos “sandubas” do mundo inteiro ou locais mesmo.

Jornalista Paulo Panayotis em Shoreditch


Ah, se estiver chovendo? Pouco importa. No início você pode até achar que perdeu o dia. Mas conforme for caminhando vai se esquecer da chuva, do frio e até do vento... E sua alma sairá deste passeio revigorada, fresquinha em folha como uma chuva de outono em Londres. Mais dicas? Vai lá no www.oquevipelomundo.com.br

Crédito das fotos: Paulo Panayotis / Adriana Reis

Jornalistas Paulo Panayotis e Adriana Reis viajaram a Londres a convite do Visit Britain, seguro viagem Travel Ace e chip de internet Skillsim.

Veja o vídeo

GALERIA DE IMAGENS

CLIQUE PARA AMPLIAR AS IMAGENS